Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Como eu adoro Demagogia!

Guilherme Diaz-Bérrio, 11.11.11

O líder do PS assinalou hoje que se o governo mantiver o corte nos subsídios a funcionários públicos e pensionistas, pode provocar a “indignação geral” com “consequências difíceis de prever”. António José Seguro insistiu hoje na intervenção final no debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2012 que “a solução é exagerada” porque concentra nos trabalhadores da função pública e nos reformados “um terço do total dos sacrifícios exigidos”. “É insuportável e provoca a indignação geral”, acrescentou Seguro. 

António José Seguro, iOnline

 

Não me digam que ninguém no PS fez as contas, e verificaram que praticamente 2/3 dos pensionistas vão estar de fora dos cortes? 

 

Sim, são medidas arriscadas. São aquele tipo de medidas que fazem perder eleições. Ao contrário de outras medidas, como aumentar funcionários públicos em ano de crise, que coincidiu com um ano de eleições... 

 

Infelizmente, são as medidas necessárias. Ou será que ninguém no Partido Socialista se apercebeu que não há grande margem de manobra?

 

Goste-se (ou não), não há grandes soluções além desta.

 

PS(D): E, quanto aos funcionários públicos, é conhecido o problema crónico do desnivel dos seus vencimentos, há muitos anos, sem que isso tenha peso em mais sitio algum senão na bolsa do erário publico.

13 comentários

Comentar post