Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Bath

Bruno Ribeiro, 10.10.06
Pois é… até parecia mal fazer uma viagem a Inglaterra e não escrever sobre isso não era? OK Então! Não, não fui a Londres - o que é quase imperdoável – mas hei-de ir noutra altura. Desta vez fiquei-me por Bath, uma cidadezinha universitária, cerca de 120 milhas a oeste de Londres.

Bath é uma cidade que nós, portugueses, chamaríamos de simpática. É agradável, bonita, bem arranjada, bem conservada, cheia de vida e vivacidade durante o dia e ainda mais à noite. É um daqueles caso que nos fazem pensar porque raio não temos mais autarcas neste país que pensem um pouco em apostar num projecto para as suas cidades que vise dar aos habitantes uma melhor qualidade de vida.

E se há coisa que podemos perceber em Bath é que não foi à toa que os Romanos gostaram do sítio. A cidade tem todas as condições naturais que foram potenciadas – e isto é o mais fantástico de tudo – pela intervenção humana. Organização, cuidados estéticos, limpeza e, acima de tudo, brio! Vê-se que os seus habitantes têm prazer em andar pelas ruas, parece que os carros quase não deitam fumo (a sério!), parece que a relva é banhada pelo nosso Sol (sim, o de Portugal)…
E andamos nós, por cá, a levar em ombros foragidos (as) à justiça…

7 comentários

Comentar post