Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Muita parra e pouca uva…

Paulo Colaço, 21.02.07

Um artigo de Inês Aguiar Branco


Dois anos passados, sobre a data da tomada de posse e Sócrates continua na crista da onda em termos de sondagens e isto, apesar de até agora ter dado aos portugueses uma mão cheia de nada e outra cheia de coisa nenhuma…
Razão para estarmos atentos mas não demasiado preocupados já que como é habitual quanto maior a subida, sobretudo se não for sustentada, maior o trambolhão…

Acredito no povo português e tenho a certeza que esta popularidade não significa que os eleitores estejam satisfeitos, estão apenas e inteligentemente a dar a Sócrates e ao seu governo todo o beneficio da duvida para que depois não existam desculpas.

Dificilmente haverá perdão para quem, como Sócrates, prometeu com pompa e circunstancia e a sobranceria que lhe é tão peculiar a criação de 250 000 empregos durante a legislatura, promessa que continua a afirmar que vai cumprir apesar de já terem passado dois anos e de os dados recentemente vindos a publico desmentirem essa possibilidade já que apontam para um aumento do desemprego de 8,2%, o maior da duas ultimas décadas.
Mas, se duvidas houvesse quanto ao desempenho de Sócrates e do seu governo o numero apenas sofrível de crescimento económico registado falaria por si, apenas 1,2%, menos de metade da média da união europeia
Acresce a isto, o aumento do imposto sobre os combustíveis, o aumento do preço dos medicamentos, o encerramento mal explicado de centros de saúde e escolas, etc, etc…mais a afronta sistemática a pensionistas, médicos, policias, professores…

A justiça tarda mas não falha, veremos o resultado de tanta propaganda e, em suma, de tanta parra e tão pouca uva…

7 comentários

Comentar post