Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Bom humor até ao fim

Margarida Balseiro Lopes, 02.06.08
Considerou-se o único “preso político” em Portugal, depois de Luís Filipe Menezes inesperadamente se ter demitido e (quase) ter abandonado, em definitivo, as suas funções. Menezes acabaria por fazer campanha contra uma das candidaturas à liderança.

O secretário-geral, desde o dia da demissão de Menezes, tem sido “Ribau” para toda a obra. Quanto a mim, tem estado à altura.

"Sobre a transferência de dossiês, Ribau Esteves confessa-se tranquilo. 'O relatório de gestão que integra um caderno sobre o congresso está pronto desde o dia 31 de Maio [anteontem, dia da eleição]', diz. O documento, que, segundo descreveu, 'é profundo, tem 40 centímetros de altura e contém matérias delicadas', será entregue a Manuela Ferreira Leite. 'Quero que saiba que partido tem nas mãos', referiu Ribau Esteves". In Correio da Manhã

Quem será o seu sucessor?

Eu apostaria em Arnaut.

43 comentários

Comentar post

Pág. 1/5