Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Falar claro?

Elisabete Oliveira, 02.11.08

O exercício da democracia é cada vez mais dependente dos Media, porque são eles o veículo privilegiado entre os agente políticos e as pessoas.

 

Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF divulgada este domingo, a Dra. Manuela Ferreira Leite explicou de forma sustentada e pertinente porque é que a aposta nas obras públicas não vai fomentar o crescimento do país.

 

Quando interrogada se não considera que "as obras públicas ajudarão, pelo menos, ao factor desemprego", a presidente do PSD respondeu: "[Ao] desemprego de Cabo Verde, desemprego da Ucrânia, isso ajudam. Ao desemprego de Portugal, duvido".

 

Naturalmente é este soundbite que vai ser repetido na comunicação social, sendo na prática a única mensagem do discurso que chega às pessoas.

 

Ter as melhores soluções, mas não ser capaz de as transmitir com eficácia, não as remete à inutilidade?

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2