Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

O apagão

Margarida Balseiro Lopes, 22.02.09

Diz a edição de ontem do Expresso que a programação oficial dos festejos dos 100 anos da República, divulgada esta semana, não menciona qualquer iniciativa ou contém referências expressas ao período do fascismo.  
Artur Santos Silva, presidente da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República desvalorizou esta situação, uma vez que será contemplada a resistência republicana à ditadura e ao Estado Novo.
Encontro um paralelo desta situação na contestação à construção do Museu António Oliveira Salazar em Santa Comba Dão.
Que mentalidade tacanha a nossa! Em vez de tentarmos apagar a história, seria melhor compreender a extrema actualidade de alguns dos erros do passado.

 

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2