Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Nem sim nem não, antes pelo contrário...

Paulo Colaço, 09.04.09

Ontem o PM fez mais que confirmar o apoio a Barroso: considerou de “interesse nacional” a sua reeleição à Comissão Europeia. Deixou, porém, claro que dará rédea solta a quem aos eleitos socialistas que discordem do seu ponto de vista.

 
Este é um exemplo de cobardia política: comprometeu-se a apoiar Barroso perante altas patentes europeias; no entanto, tremem-lhe as pernas para impor esse acordo a Vital Moreira ou Ana Gomes.
 
Por muito menos, deputados socialistas são encostados à parede para cumprir a disciplina de voto! Para estragar a vida aos professores, Sócrates impõe disciplina de voto. Para zelar pelo “interesse nacional” já lhe falta a voz grossa.

10 comentários

Comentar post