Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Sugestões de Sexta-Feira XIX

André S. Machado, 18.09.09

Falta uma semana para o último dia de campanha. Nos últimos meses e, em especial, nas últimas 2/3 semanas, a campanha eleitoral intensificou-se. Em meu entender, nestas eleições, a campanha ganhou essa intensidade pela negativa, desde logo pelas normais "notícias" de vésperas de um acto eleitoral.

 

Há muito tempo que umas eleições legislativas não se revestiam da importância que estas assumem.

O próximo dia 27 vai ser decisivo, porque os estudos de opinião revelam uma possível dificuldade em soluções governativas estáveis; porque o estado da Nação é o que se conhece, e a crise acentua-se, ao contrário do que muitos dizem; porque há duas visões para o país, completamente opostas no essencial.

No fundo, deste domingo a oito dias vai estar em causa muito mais que um novo Parlamento: Vai estar em causa o rumo da política portuguesa naquilo que é fundamental em alturas como a que vivemos.

 

Por isto, a minha sugestão não se esgota neste fim-de-semana: Através do Psicolaranja, que ganha um fôlego reforçado pelas suas novas aquisições e pelo período eleitoral, quero apelar a que todos nós centremos as atenções no que é essencial, durante a próxima semana: Uma avaliação clara e incisiva sobre as propostas que se apresentam ao país, uma reflexão sobre o que foram os últimos 4 anos e meio e, fundamentalmente, uma análise dos programas e dos candidatos.

Histórias da treta, que surgem sempre em campanha, têm de ser postas de lado: Por um imperativo de verdade e, de certa forma, de respeito por aqueles que se propõe a liderar os destinos do país.

 

Bom fim-de-semana!

5 comentários

Comentar post