Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Onde estão as oportunidades?

Essi Silva, 02.12.09

 

Na semana passada estive envolvida, enquanto representante da ELSA, na organização de um Job Shop na minha faculdade. Acabei o evento numa sensação de pânico.

Porquê?

 

Estudo Direito na Universidade Católica Portuguesa. Nunca esperei que atingir o sucesso profissional fosse fácil, muito pelo contrário. Mas agora, estou mais preocupada em conseguir um emprego uma vez licenciada que em ser feliz e bem-sucedida. A verdade é que a nossa sociedade dificulta muito a vida a um jovem licenciado. Aliás, dificulta a um jovem, ponto.

 

Podem dizer-me que sempre foi assim, e é bem capaz de ser verdade, mas parece-me que as coisas estão a piorar e muito.

 

Os jovens cada vez saem mais tarde de casa, em parte por não conseguirem atingir a sua independência tão cedo como o faziam há uns anos atrás. Constituir família é cada vez mais um desafio a não ser que se abdique da nossa formação ou do sucesso profissional. (Um dos sócios duma Sociedade que veio ao Job Shop disse-nos que família era para esquecer enquanto advogado) Mas o meu pai com 24 anos já estava a viver sozinho, já era independente. Os meus avós com a mesma idade eram casados e trabalhavam 24/7 para ganhar a vida, mas conseguiam!

 

Onde haverá espaço para mim quando vejo currículos todas as semanas a chegar ao consultório da minha família? Quando sociedades de advogados me dizem que estágio e mestrado não se coadunam, sendo necessário perder mais um ano de dependência familiar para começar a estagiar, quando até um exame de admissão ao estágio me vai ser requerido? Quantos pais não pedem aos filhos para não tirar determinado curso (que é o sonho dos filhos) já que esse sector está saturado?

 

Começo a recear em relação ao meu futuro. Haverá espaço para mim no mundo profissional de amanhã? Ou terei de optar por uma via em que não estou a fazer nem aquilo para que fui formada nem aquilo que me realiza? Ou pior, terei eu escolhido o curso errado para o sociedade profissional actual?

E o que está a fazer o Governo e os seus amigos para proteger a minha geração, quando nem a dos meus pais protege? Controlo dos Media? Falência de pequenas e médias empresas para não ter um espaço para trabalhar e muito menos para criar um posto de trabalho?

 

 

 

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2