Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

O problema de não se poder escolher a data de nascimento.

nunodc, 11.01.10

 

N'O Público de hoje: A geração que está agora com 16-25 anos estará perdida?

"Em Novembro, o desemprego nos jovens até aos 25 anos estava nos 18,8 por cento
."

"Ao lado, em Espanha, chamam-lhes os mileuristas. Aqui, ficamos pela metade, pelos 500 euros."

"À minha volta está tudo deprimido por não ter expectativas e por ter de conviver com um emprego insatisfatório".

"As empresas olham para estes jovens como dóceis. Aceitam tudo."


Notícias que já se tornaram, infelizmente, habituais.. O mais preocupante em Portugal não é estar desempregado, mas sim a falta de alternativas quando se está nessa situação. As pessoas devem ter a humildade para desempenhar qualquer tipo de trabalho, isso concordo.. mas, em termos sociais, não é aceitável termos um país onde o favorecimento pessoal impera e onde nada é transparente. 

O IEFP passou a ser uma entidade inútil, sendo o seu espaço completamente usurpado pelas empresas de trabalho temporário.. e, quem já alguma vez teve que usar os seus serviços, sabe que quando o fazemos deixamos de ser pessoas para sermos, à falta de melhor palavra, gado.

Olho para o leque de amigos mais próximos que já terminaram os estudos e pergunto quantos deles trabalham na área e/ou com condições relativamente dignas/estáveis.. conto pelos dedos. E alguém acredita, seriamente, que isso vai mudar..?


Toda esta ilusão dos INOVs e estágios e etc., é algo tão cruel... o ganhar cerca de 1000€ durante um ano (quando a entidade patronal paga o que deve, obviamente) para, no final, ser dispensado ou ser oferecido os 500€ da praxe.
 

E queremos nós atrair os nossos jovens de sucesso no estrangeiro.. mas alguém no seu perfeito juízo troca um emprego com condições decentes, onde o mérito é reconhecido, por algo altamente precário e a ganhar por mês o que lá fora se ganha numa semana..?

Assim vai Portugal, no início de 2010.

 

 

 

 

26 comentários

Comentar post