Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

Blackout na Coreia do Sul para aumento da natalidade

Catarina Rocha Ferreira, 22.01.10

 

 

No mesmo país onde nos anos 70 e 80 as famílias com mais de duas crianças eram consideradas anti-patrióticas e até ao início dos anos 90 os homens podiam ser dispensados do serviço militar obrigatório se fizessem uma vasectomia... o feitiço virou-se contra o feiticeiro;

 

perante uma população envelhecida e com uma das taxas de natalidade mais baixas do Mundo, o Ministério da Saúde Sul Coreano decidiu combater a situação:

na terceira quarta-feira de cada mês às 19h30 são desligadas as luzes dos edifícios do Ministério e os funcionários são enviados para casa para "terem filhos".

 

Sempre poupam na conta da luz e como a almofada costuma ser uma boa conselheira pode ser que cheguem a medidas mais eficazes. Só não recomendo que copiem os nossos incentivos à natalidade, porque pouco ou nada têm ajudado, segundo os dados da ONU, Portugal é o oitavo país mais velho do Mundo.

18 comentários

Comentar post