Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

O que nosso país precisa é de... Sonasol! (WC power de preferência)

Essi Silva, 06.02.10

Pois é, o nosso próximo slogan turístico será "Portugal: Preto mais preto não há".


Vivemos num país corrupto. Disso ninguém tem dúvida, certo?

Quer dizer, é natural tentar silenciar-se jornalistas, jogar com influências políticas de modo a beneficiar amigos, licenciar-se por fax (ou pós-graduar-se sem licenciatura) e até receber umas maquias valentes para se legalizar projectos que permitem comprar apartamentos na zona mais cara de Lisboa.

Isto acontece porque os políticos que nos governam estão tão sujos que o que antes seriam notícias escalabrosas de escândalos governamentais, são hoje promovidos a fait-divers.


Como podemos então pedir à sociedade que participe na vida política do país, ou aos jovens que colaborem, quando os nossos políticos se comportam assim:

 

"surgiram «indícios muito fortes da existência de um plano em que está directamente envolvido o Governo, nomeadamente o senhor primeiro-ministro» , [...]

«resultam ainda fortes indícios de que as pessoas envolvidas no plano tentaram condicionar a actuação do senhor Presidente da República»."

 


O que aconteceu ao valor da palavra de um homem? O que aconteceu à defesa de honra? Onde está a transparência?

Será pedir muito ao PM que peça a sua demissão perante um povo que envergonhou (não fosse este um dos nossos representante por excelência)?

Ou será que os modelos da Irlanda e Finlândia não servem quando é o seu "tacho" que está em causa?

10 comentários

Comentar post