Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

PSICOLARANJA

O lado paranóico da política

E ainda falam da Joacine e do Ventura

Essi Silva, 06.02.20

Andam a fumar umas coisas ou a beber uns bagaços a mais. Ou então a mulher de César andou aí com um Marco António qualquer e nós não sabemos. 

É que só isso justifica que os nossos deputados tenham andado a dar tiros nós pés qual vingançazinha de "não me aprovas isto, eu faço-te o mesmo". 

 

Esses ilustres membros da nossa Assembleia da República esqueceram-se que estão ao serviço do povo, da Nação e não da mesquinhez política. 

Porque não sabem o que é passar frio e fome para manter as despesas energéticas baixas porque não há dinheiro para pagar 700€ por um T0 no Lumiar com os salários que temos. 

E já agora porque ainda não acordaram para o facto que obras adjudicadas ou em concurso já tiveram custos para o Erário. Ou então são burros, não sei o que mais  chamar. Porque só um burro é que acha que o metro de Lisboa pode esperar (mais uma) eternidade por um alargamento. 

Mas está tudo bem. O Coronavirus e as creches gratuitas (quais vagas????) é que são importantes.